O Patrimônio Líquido (PL) é um indicador essencial para entender a situação atual da sua empresa. Ele é relevante para todos os envolvidos no negócio.

Por isso, entender o que é o PL e, principalmente, como calcular da maneira correta é super importante para você empreendedor. Desta forma você estará ciente sobre a saúde financeira do seu negócio e em quais pontos pode melhorar.

Acompanhe este texto até o final e veja o que preparamos sobre o PL especialmente para você.

 

O que é o PL?

 

O patrimônio líquido é um indicador de saúde financeira e gestão. Ele compreende os bens de uma empresa e seus ativos em comparação com os passivos. Com o PL o gestor da empresa consegue visualizar a saúde financeira de maneira mais realista.

Algumas empresas possuem um bom mix de produtos, com margem de lucro satisfatória. No entanto, não conseguem acumular capital por estarem endividadas.

Isso é mais comum do que se imagina. Ocorre principalmente por financiamentos, solicitações de crédito com juros altos, custos de operação e outros motivos.

Por isso o PL é importante, pois ele indica todos os recursos disponíveis pela empresa, considerando resultados financeiros e demais fatores. Na prática ele funciona como um detalhamento do patrimônio bruto.

O Patrimônio Bruto considera todos os bens da empresa somados. Imóveis, estoque, capital social e dinheiro do caixa. A diferença entre o patrimônio bruto e o líquido é que o líquido, além de considerar os bens, também considera as obrigações da empresa.

 

O que está incluso no Patrimônio Líquido?

 

No patrimônio líquido estão inclusos os ativos e passivos da empresa, ou seja, tudo o que compõe o seu negócio.

 

Os Ativos 

Ativos são o patrimônio da empresa em si, isso inclui investimentos, dinheiro em caixa, imóveis e recebimentos futuros.

Em resumo, os ativos são tudo aqui que pode ser convertido em dinheiro pela empresa, no curto e médio prazo. Ativos podem ser classificados como circulantes ou não circulantes.

Circulantes são ativos que possuem alta liquidez, ou seja, que podem ser transformados em dinheiro de forma rápida. Alguns circulantes são investimentos de curto prazo, estoque, duplicatas, etc.

Já os não circulantes compreendem o patrimônio da empresa, são bens que não são convertidos em dinheiro facilmente. 

Alguns ativos não circulantes são os imóveis, maquinário, investimentos de longo prazo, marca e patentes.

Os Passivos

 

Os passivos da empresa também são considerados na hora de calcular o patrimônio líquido. Eles são basicamente o contrário dos ativos.

Passivos são as despesas da empresa, seus custos e promessas de pagamento. Assim como os ativos, eles também podem ser circulantes ou não circulantes. Alguns passivos podem resultar de ativos, como por exemplo a manutenção do maquinário.

Alguns exemplos de passivos são financiamentos, empréstimos e dívidas com fornecedores.

Diferentemente dos ativos, alguns passivos não podem ser calculados de maneira exata, portanto são mais abstratos na hora de fazer o levantamento.

 

Como calcular o PL?

 

Agora que já mostramos como o patrimônio líquido é composto, fazer o calculo fica bem simples:

Patrimônio líquido = soma dos ativos – soma dos passivos

Portanto, para chegar ao valor do patrimônio líquido basta somar todos os ativos e todos os passivos e calcular a diferença entre eles. O valor do Patrimônio Líquido pode ser tanto positivo quanto negativo. Esses dados são importantes para entender a situação da empresa.

O PL mostra a situação do momento específico da empresa, e não considera futuras alavancagens e investimentos. Assim, um patrimônio líquido negativo não significa que uma empresa está quebrada, por exemplo, pois com investimentos futuros e boa gestão a empresa pode passar a lucrar em pouco tempo.

 

A importância de entender o PL

A principal importância do PL é que esse indicador pode ajudar o empreendedor a conhecer a situação atual da empresa e sua saúde financeira.

Como ele inclui os passivos, você pode perceber o nível de endividamento e a capacidade de pagamento da empresa. Além disso, o PL positivo apresenta o capital disponível do negócio, uma informação essencial para a gestão.

Ainda, o PL pode servir de base para decisões estratégicas, como a possibilidade de antecipar recebíveis e aumentar o capital de giro.

Quer entender como seu negócio pode se aproveitar de soluções financeiras para melhorar o desempenho? Entre em contato com a nossa equipe e vamos juntos!