Factoring: guia básico para antecipação de recebíveis

 Em Factoring

O factoring pode ser a solução para driblar os desafios de ter o próprio negócio. Pouco incentivo e excesso de burocracia desmotivam principalmente quem está começando. Os desafios são ainda maiores para o pequeno e médio empreendedor. Em momentos de incerteza econômica como o que Brasil vem passando, o risco pode aumentar e ainda limitar o acesso ao crédito.

Ainda pouco conhecido no Brasil, o factoring expande cada vez mais a sua atuação no mercado, proporcionado principalmente aos pequenos e médios negócios a possibilidade de continuarem sua operação.

Neste guia básico explicamos o que é o factoring, como ele pode ajudar o seu negócio e esclarecemos algumas dúvidas sobre o serviço.

Como funciona?

O factoring é um serviço de compra de ativos financeiros. Na prática, ele possibilita que uma empresa venda seus créditos, que foram gerados por suas vendas à prazo, a uma empresa de factoring. Dessa forma, a empresa recebe imediatamente o dinheiro que só entraria no caixa futuramente.

A operação envolve três partes distintas:

  • o Factor: aquele que compra o crédito;
  • o Aderente: o empresário que cede os haveres mediante o adiantamento da quantia;
  • o Devedor: quem realizou a compra a prazo e deu origem ao crédito.

É um empréstimo?

Não é um empréstimo. Ao contrário do que muita gente acredita, factoring não é uma atividade financeira, e sim uma atividade comercial, pois oferece a compra de direitos de créditos com recursos próprios. Uma empresa de factoring não pode captar recursos de terceiros ou intermediar para realizar empréstimo desses recursos, tal como os bancos.

Como a empresa de factoring ganha dinheiro?

A prestadora desse serviço lucra com a diferença entre o valor que ela paga para comprar os títulos e o que recebe posteriormente dos devedores. Ou seja: ela quita as dívidas dos clientes de uma empresa pagando a vista com uma porcentagem de descontos, e lucrará quando esses mesmos clientes pagarem.

Por que eu deveria usar o factoring?

Para quem busca estabilidade, o factoring permite que você ofereça prazo e boas condições de pagamento aos seus clientes, mantendo o seu fluxo de caixa com a entrada de recursos. Também pode ser uma opção para destravar um crédito de clientes inadimplentes.

Com esse capital disponível, o empresário tem melhores condições para poder negociar com seus fornecedores de matéria-prima ou serviços, por exemplo, e até mesmo adiantar seus pagamentos, conseguindo descontos.

Também é possível usá-lo em momentos estratégicos em que o empresário precise de recursos extras para expandir seus negócios ou investir. Independentemente da estratégia, a verdade é que crédito extra no caixa significa vantagem competitiva para se consolidar no mercado.

É seguro?

Sim. Como mencionado anteriormente, o factoring é uma operação comercial que é realizada por uma empresa lícita e registrada, e pode ser utilizado por qualquer pessoa jurídica. Ou seja, é uma relação Business to Business (B2B), entre empresas. Não tem qualquer relação ou semelhança com prática de agiotagem, que não possui regulamentação e é considerada crime.

Esclareceu suas dúvidas sobre o factoring? Para ter acesso a mais conteúdos como esse e aprender novas estratégias para o seu negócio, acompanhe nosso Facebook e LinkedIn.

Postagens Recentes

Deixe um comentário

Digite a sua pesquisa e pressione Enter para buscar

Alternativas de crédito para pequenas e médias empresas